Honra e gratidão marcam o terceiro dia de Imersão Total

Ludmila Ferber ministra no terceiro dia de evento

A cantora e compositora de música cristã, Ludmila Ferber, ministrou nesse terceiro dia de Imersão Total. Ela abriu a noite cantando as músicas mais tocadas no meio gospel, dentre elas, “Os Sonhos de Deus”, “Sopra Espírito”, além de uma nova canção muito significativa para a cantora, “Novo Dia”, que será lançada em breve.

Suas músicas foram trilha sonora em diversas fases da vida para muitos ali presentes. Suas canções de cunho profético, trouxeram ânimo, coragem e marcou esse terceiro dia de imersão.

Ferber em sua ministração expressou que é tempo de buscar a Deus em espírito e em verdade, que quando os desafios chegam, não se pode esquecer dos sonhos de Deus “os sonhos são como estacas que vão marcando o caminho à nossa frente. Não se esqueça, Deus fala por meio de sonhos e visões, e eles são as imagens vindas do propósito divino. Servem para vermos que existe chance, que tem propósito, que Deus faz o impossível”, afirmou.

Ela destacou que independentemente da situação, em Deus sempre haverá um novo começo. “Ele é o Deus do novo, usa suas misericórdias que se renovam todas as manhãs nas nossas vidas. Quando um ciclo se fecha, uma história acaba, mas nossa vida não acaba. Ele abre uma página nova. Deus nos dá uma nova chance, oportunidade! Ele faz tudo novo”, declarou.

Logo após esse momento de adoração o preletor da noite, pastor Murilo Prata, trouxe uma palavra de suporte e amor para a igreja. Ele animou as pessoas revelando que mesmo tendo falhas sempre haverá esperança. “Pode ser que a tua história tenha começado mal, mas ela terminará certa”, disse.

Prata explorou o texto de Gêneses 8 e trouxe uma reflexão sobre não desprezar os pequenos começos. Ele fez uma analogia com o corvo e a pomba soltos após o dilúvio. “A Geração corvo desanima e aponta a impossibilidade. Já a geração pomba traz a vida, a esperança”, explicou o pastor.

Murilo enfatizou que depois da tempestade vem uma unção fresca, como a oliveira que a pomba levou a Noé. O pastor liberou uma palavra profética sobre a igreja, e num ato profético juntamente com os pastores da Comunidade das Nações homenagearam o bispo JB Carvalho.

Finalizando esse período, o bispo aconselhou a igreja sobre ter comunhão e amor. “Ame as pessoas acima da opinião que você tem sobre elas! Amar é um mandamento! Sirva com o dom que Deus nos deu, dando suporte uns aos outros”, declarou JB.

Texto escrito por Bianca Sampaio, integrante do ministério CN Comunicação.