O Rugido do Leão

"Você nunca terá a expressão que precisa, sem a voz que Deus te deu. Queremos conhecer o seu som. Há algo retido, bloqueado, que ainda não foi expresso em sua totalidade, mas foi diminuído. Coloque seu brado para fora, que as muralhas interiores cairão!", diz JB Carvalho

Jonathan Marclay/CN

Judá, a ti te louvarão os teus irmãos; a tua mão será sobre o pescoço de teus inimigos; os filhos de teu pai a ti se inclinarão. Judá é um leãozinho, da presa subiste, filho meu; encurva-se, e deita-se como um leão, e como um leão velho; quem o despertará? O cetro não se arredará de Judá, nem o legislador dentre seus pés, até que venha Siló; e a ele se congregarão os povos. Ele amarrará o seu jumentinho à vide, e o filho da sua jumenta à cepa mais excelente; ele lavará a sua roupa no vinho, e a sua capa em sangue de uvas.Os olhos serão vermelhos de vinho, e os dentes brancos de leite. (Gênesis 49:8-12)

O leão sempre foi usado como símbolo de poder. Reis usaram sua imagem em seus brasões, ele está estampado em diversas bandeiras estaduais e nacionais, está presente em símbolos de times esportivos, mas, na bíblia, nós vemos com muita frequência. Algumas vezes, refere-se a inimigos, outras, apresenta-se de forma positiva.

O Diabo, o inimigo de vocês, anda ao redor como leão, rugindo e procurando a quem possa devorar. (1 Pedro 5:8)

Pisarás o leão e a áspide; calcarás aos pés o filho do leão e a serpente. (Salmo 91:13)

Mas o Senhor permaneceu ao meu lado e me deu forças, para que por mim a mensagem fosse plenamente proclamada e todos os gentios a ouvissem. E eu fui libertado da boca do leão. (2 Timóteo 4:17)

O leão simboliza coragem e ousadia:

Os ímpios fogem sem que haja ninguém a persegui-los; mas os justos são ousados como um leão. (Provérbios 28:1)

Apesar das muitas referências, a principal simbologia refere-se a Cristo, o Leão da Tribo de Judá!

E disse-me um dos anciãos: Não chores; eis aqui o Leão da tribo de Judá, a raiz de Davi, que venceu, para abrir o livro e desatar os seus sete selos. (Apocalipse 5:5)

Em Abraão, Deus chamou uma poderosa descendência. Seu neto, Jacó teve doze filhos, de onde se originam as doze tribos de Israel.

Cada tribo era representada por um símbolo. O símbolo da tribo de Judá, da qual descende o Cristo, era com a imagem de um leão.

Judá é um leãozinho, da presa subiste, filho meu; encurva-se, e deita-se como um leão, e como um leão velho; quem o despertará? O cetro não se arredará de Judá, nem o legislador dentre seus pés, até que venha Siló; e a ele se congregarão os povos. (Gênesis 49:9,10)

Também, a bandeira de Jerusalém tem o leão estampado:

Vemos, portanto, que leão é um símbolo de força e seu rugido é tão poderoso, que pode ser ouvido a 8 km de distância. Essa voz pode ter vários significados: comunicação, demarcação de território, busca e competição. Seu som pode ser ouvido em um perímetro grande e circular. Seu corpo funciona como um amplificador.

Outros leões ouvem o rugido de um leão até a 70km de distância. A entonação e a intensidade, revelam a sua idade e sua força. Assim, o leão que ouve sabe se está apto ou não a vencê-lo. O inimigo ruge como leão, na tentativa de transmitir medo. No entanto, o Leão de Judá vive em nós e o seu rugido percorre a terra inteira. O Senhor será o refúgio do seu povo.

O significado dos rugidos

A Bíblia relata rugidos de desespero e angústia. Quando isso ocorre, Deus se levanta para responder aos sons daqueles que gritam por socorro, pois os pais conhecem a voz dos seus filhos. Esta é a hora de provocar o rugido dos céus. Quando o inimigo ouvir o rugido do Leão de Judá em nós, correrá em desespero. Ele nunca perdeu uma batalha e ruge por nós.

A voz do Senhor ouve-se sobre as suas águas; o Deus da glória troveja; o Senhor está sobre as muitas águas. A voz do Senhor é poderosa; a voz do Senhor é cheia de majestade. A voz do Senhor quebra os cedros; sim, o Senhor quebra os cedros do Líbano. Ele os faz saltar como um bezerro; ao Líbano e Siriom, como filhotes de bois selvagens. A voz do Senhor separa as labaredas do fogo. A voz do Senhor faz tremer o deserto; o Senhor faz tremer o deserto de Cades. A voz do Senhor faz parir as cervas, e descobre as brenhas; e no seu templo cada um fala da sua glória. (Salmos 29:3-9)

Alguns textos bíblicos, refletem a ideia de pessoas que agem em função de um relacionamento. Trata-se de cuidado por cumplicidade. Os leões são assim, como felinos sociáveis, que se protegem.

Verificamos que, por meio dos sons, havia muitos acontecimentos. Veja:

E sucedeu que, estando Samuel sacrificando o holocausto, os filisteus chegaram à peleja contra Israel; e trovejou o Senhor aquele dia com grande estrondo sobre os filisteus, e os confundiu de tal modo que foram derrotados diante dos filhos de Israel. (1 Samuel 7:10)

Ainda, a muralhas de Jericó caíram ao som dos gritos do exército de Israel. Ao som dos louvores a Deus, inimigos foram destruídos:

E aconselhou-se com o povo, e ordenou cantores para o Senhor, que louvassem à Majestade santa, saindo diante dos armados, e dizendo: Louvai ao Senhor porque a sua benignidade dura para sempre. E, quando começaram a cantar e a dar louvores, o Senhor pôs emboscadas contra os filhos de Amom e de Moabe e os das montanhas de Seir, que vieram contra Judá, e foram desbaratados. (2 Crônicas 20:21,22)

O exército invasor ouviu um som que os deixou em pânico. “Aleluia” é uma palavra de guerra. É como dizer ao inimigo que ele tem que sair.

Louvai ao SENHOR. Cantai ao SENHOR um cântico novo, e o seu louvor na congregação dos santos. Alegre-se Israel naquele que o fez, regozijem-se os filhos de Sião no seu Rei. Louvem o seu nome com danças; cantem-lhe o seu louvor com tamborim e harpa. Porque o Senhor se agrada do seu povo; ornará os mansos com a salvação. Exultem os santos na glória; alegrem-se nas suas camas. Estejam na sua garganta os altos louvores de Deus, e espada de dois fios nas suas mãos; Para tomarem vingança dos gentios, e darem repreensões aos povos; Para prenderem os seus reis com cadeias, e os seus nobres com grilhões de ferro; Para fazerem neles o juízo escrito; esta será a honra de todos os seus santos. Louvai ao Senhor. (Salmos 149:1-9)

No contexto da adoração, a justiça é atraída e os inimigos desbaratados.

Tu ordenaste força da boca das crianças e dos que mamam, por causa dos teus inimigos, para fazer calar ao inimigo e ao vingador. (Salmos 8:2)

Assim como a adoração é para Deus, a reclamação é para o diabo

Alegre-se Israel no seu Criador, os filhos de Sião exultem em seu Rei! Louvem seu Nome com danças, cantem seus louvores com pandeiro e cítara! Pois o SENHOR se compraz em seu povo; (Salmo 149:2 a 4)

Jonathan Marclay/CN

Qual é o seu som? Qual é a sua frequência?

Deus quer que ecoemos o Seu rugido. O povo da aliança começa a rugir. Deus está erguendo um exército, filhos de Abraão, que nascem na madrugada, no orvalho da noite, com o rugido do Leão de Judá! Que o brado do Senhor se erga em você, para que todos saibam a força do seu rugido. O seu fim será maior do que o seu início. Não podemos ter uma atmosfera inferior ao do término de um jogo vencedor. O Leão de Judá nunca perdeu! Existe um som guardado dentro de nós, que reflete um poder. Um novo homem, que está se erguendo, uma nova força nasce em nosso interior, uma linguagem de fé. Deus está proporcionando força e resistência.

Bem-aventurado o povo que conhece os vivas de júbilo, que anda, ó SENHOR, na luz da tua presença. (Salmos 89:15)

Profético

Alinhe o seu coração com a gratidão, pois esta é uma forma de dizer ao que está chegando: Seja bem-vindo! O Senhor está dizendo: Está consumado! Suas perdas, dores relacionais estão consumados, pois existe uma linha que impõe limite à atuação do inimigo. É tempo de pressão e avanço. Você verá a despedida dos seus inimigos. Deus está abrindo o caminho para o futuro. Não ensaie novas falhas, novos erros. Ocupe e acesse a visão que Deus colocou dentro de você. Comprometa-se a percorrer todo o trajeto. Saia das cortinas, venha para a luz. Não se esconda, mas exponha-se! Deus é o teu escudo. Existe um brilho que Deus colocou dentro de você e irá irradiar. Há um fogo consumidor, que supera o fogo do reino da terra. O medo penetrou, traumas e dores te fizeram recuar, mas Deus está dizendo: mova-se e veja a alegria repousando novamente. Quando você obedecer, a guerra se abrirá e você será levado para uma nova estação. Minha mão está te empurrando para frente, diz o Senhor. Há um limitador mental do lugar onde você está e onde deseja estar. O inimigo tem trabalhado para que você acredite em mentiras. Desacredite, pois é a fala inimiga. Retire o véu, siga em frente e suba mais um alto. Que seu grito seja mais alto. Deus está extraindo um grito de graça, de dentro de você. Este é um tempo kairós.

O Senhor diz: eu sou o Deus que ruge mais alto. Encontre a sua voz, encontre o seu rugido. Envie o rugido para o acampamento do inimigo. Riquezas estão brotando. Minha mão exporá a glória que existe dentro de você, ao mundo. Esta é hora de entrar em novo lugar. Abro uma grande porta, onde há muitos inimigos. Mas, seja como trovão no meio dos teus adversários. Avance, pois eu estou ao seu lado, estou agitando e abalando as estruturas, para que os filhos apareçam. Não tema o tremor. Dentro dele está a sua libertação. A tempestade é você! Mudanças estão acontecendo, há algo mudando na atmosfera. Opressão e angústia darão lugar à nova composição. Embora a alegria tenha ido em meio a guerra, Deus está extraindo de dentro de você, o que sequer sabia existir. O Senhor diz: Ande comigo e você verá o novo. Você está sendo ativado, para entrar no plano de Deus. Há uma nova canção. O Leão de Judá está rugindo!

Você nunca terá a expressão que precisa, sem a voz que Deus te deu. Queremos conhecer o seu som. Há algo retido, bloqueado, que ainda não foi expresso em sua totalidade, mas foi diminuído. Coloque seu brado para fora, que as muralhas interiores cairão! Estamos encontrando a nossa voz. Algo extraordinário há de acontecer! Quando vier um pensamento ruim em sua cabeça, quando você entrar no seu trabalho, em cada momento de dificuldade, diga: Aleluia! Há um povo diferente nascendo, um exército que está aparecendo. Governa no meio dos teus inimigos!

por Vanessa Ribeiro e Thaline Sales

Ouça o podcast ou veja o vídeo desta mensagem: