Protocolos Celestiais

Mateus 4:19 e 1 João 2:6

O mundo está em movimento e nós não podemos ficar para trás. Precisamos nos transformar de glória em glória, de vitória em vitória. A descrição bíblica acerca de quem somos implica em transformação constante!

Ouça o podcast Protocolos Celestiais

“Vinde após mim”

Mateus 4:19

“Aquele que diz que está nEle, também deve andar como Ele andou.”

1 João 2:6

Muito falamos a respeito de trazer os padrões do Céu para a Terra. A questão é: como tornar isso possível? Encontramos a resposta na vida de Jesus. Não é à toa que a História está dividida em “antes e depois” de Jesus. A dignidade humana e a liberdade surgiram de fato com o Carpinteiro de Nazaré.

Há muitas pessoas que se dizem cristãs, mas que não andam como Jesus. Faz sentido? Entenda: viver o evangelho como um discípulo é diferente de ser um mero admirador de Jesus! Por isso, existe um protocolo de ação para a vida do cristão. Precisamos assimilar o modo de vida do Céu.

Não há ninguém na História como Jesus. Ninguém com tal capacidade de ser preciso e direto. Analisar a inteligência de Jesus faz qualquer pessoa honesta converter-se. Se Jesus não existisse, não poderia ser inventado com uma vida tão impressionante, rica e completa. Pesquise um pouco sobre a história de Augusto Cury e compreenda o que estou falando.

A forma como Cristo tratava as pessoas e conduzia seus relacionamentos fazia com que o melhor de cada um fosse extraído. Ele é o nosso padrão de procedimento! Já falamos antes sobre o fato de a honra ser o princípio celestial que deve reger nossos relacionamentos. Esta é a diretriz que o Senhor nos dá para conduzirmos os nossos relacionamentos recriando
aqui na terra a realidade do Céu.

Então, hoje vamos falar sobre o modo de viver na terra com o estilo dos céus. Os protocolos celestiais trazidos por Jesus nos mostram o modo pelo qual devemos conduzir nossa vida e nos oferecem passos práticos de honra.
Experimente adotar este estilo de vida e veja a transformação pela qual você passará!

Contudo, é preciso entender um aspecto importante: a honra
não deve ser buscada. Antes, a honra é oferecida gratuitamente!
A Bíblia diz que buscar honra não é honra. Quem busca o aplauso
das pessoas é somente um oportunista. Também, dar honra ao
tolo é um grande erro, uma insensatez:

  1. Esteja pronto para reconciliar-se

Aprenda a andar em harmonia com os outros. Construa pontes e não muros! Valorize as pessoas mais do que as coisas. Saiba que se você foi ferido em um relacionamento, apenas dentro de um relacionamento poderá ser curado!

Nós precisamos um dos outros. Sempre precisaremos. Lázaro foi ressuscitado por Jesus, mas coube aos seus amigos remover dele as bandagens. Aproxime-se de pessoas que queiram entrar em seu mundo e não mais sair de lá.

2. Proteja seu casamento e seus filhos

Não existe um teste de caráter maior do que observar a forma como alguém trata os que lhe são próximos. A fidelidade ao outro permite avaliar sua devoção a Deus.

Aprenda a discernir o certo do errado e domine tanto seus
apetites quanto seus sentidos físicos. Fuja de situações das quais não deve participar e lembre-se do compromisso que você firmou. As escolhas que você faz ecoam por gerações.

3. Mantenha a sua palavra

Sua integridade pessoal é o que determina seu raio de influência. Demonstre a superioridade da vida em Cristo surpreendendo iluminando a escuridão com atos que ajudam as pessoas maneira inesperada. Na época do Império Romano, um judeu era obrigado a carregar a bagagem de um soldado por até uma milha. No entanto, Jesus nos ensina a andarmos a segunda milha (Mateus 5:41), indo além das nossas obrigações. Esse tipo de ação convence as pessoas sem que precisemos usar palavras.

Compreenda também o poder das palavras e das expectativas que você gera. Não alimente aquilo que você não conseguirá suprir. Solteiros, não deem esperanças a pessoas com quem vocês não pretendem ter um compromisso sério de casamento.

4. Ame seus inimigos

Aquilo a que você confere mais energia, se expande. Alimentar o ódio, apenas cria mais ódio. Quando você ama seus inimigos, alimenta o mundo espiritual com paz e perdão, dissipando o ódio. Seja um pacificador!

5. Busque a maturidade

Seu alvo é o Cordeiro de Deus, o varão perfeito, por isso, aprenda a comparar-se com este padrão mais alto. Buscar a perfeição de Jesus não significa não possuir mais defeitos, mas caminhar corretamente. Mire seus olhos no Senhor e tente imaginar como Jesus agiria nas situações pelas quais você passar.

6. Pratique sua espiritualidade em segredo

Não busque ser aplaudido pelas pessoas, mas conquiste suas vitórias em seu lugar secreto. Aquilo que se constrói em nosso lugar de encontro com o Senhor se torna público depois. Aprenda a auto liderar-se, pois não se pode confiar em alguém que não consegue dominar seus próprios instintos.

7. Ajunte tesouros nos céus

Aprenda a distinguir o que é mortal do que é eterno. Investir no que tem valor real lhe confere recursos que não podem ser tirados de você. Moisés foi alguém forjado para liderar o Egito, mas queimou as pontes com a nação que o criou e perdeu o que não poderia manter em troca de ganhar o que jamais poderia perder.

8. Livre-se das lentes do julgamento

“Não julgue para não ser julgado. Com a medida que você mede, será medido.”

Aprenda a ver seu ambiente, a si mesmo e ao seu próximo claramente, sem a distorção de caráter fruto da amargura de um coração ressentido ou eivado exclusivamente de interesses pessoais. Abandone também a inveja e a maledicência. Entenda a lei da semeadura e da colheita e aja por ela!

Então, não acredite em mentiras sobre os outros, sobre você, sobre Deus ou sobre o mundo. Quando vivemos em distorção, projetamos nas pessoas aquilo que pensamos sobre nós mesmos. Isso adoece nossos relacionamentos. Quando vivemos com medo, acreditamos que é por ele que Deus age. Isso também é uma mentira.

Lembre-se do caso de Adão descrito no início do livro de Gênesis: o primeiro homem acreditou em uma mentira a respeito de Deus e aceitou uma proposta que não deveria. Ao perceber-se nu, ele teve medo de Deus e escondeu-se atrás das árvores, adotando uma posição defensiva.

O resultado foi trágico: afastamento de Deus, estremecimento no relacionamento com sua esposa e queda da natureza criada. Pessoas que aceitam as lentes da mentira permitem ser feridas e estas feridas criam escudos de defesa, afastando-a da realidade. Não permita que isso aconteça com você, então não se esconda atrás das árvores! Procure a verdade!

Não crie mentiras e ilusões. Não viva a vida de fora para dentro, mas de dentro para fora. Não dependa de estímulos, mas crie o ambiente ao seu redor.

9. Não lance pérolas aos porcos

Aprenda a discernir as pessoas que merecem, o momento e o local de compartilhar as coisas que têm valor. 

10. Persevere

Insista, peça e bata na porta. O universo em que você vive possui recompensas que são acessadas pela perseverança. Confie em Jesus e lance suas redes mais uma vez. Você se surpreenderá!

11. Ame o seu próximo

Amar seu próximo é demonstrar seu amor por Deus, honrando a parte da criação que foi feita à imagem e semelhança Dele.

A mais poderosa ética das relações humanas interpessoais é esta: faça às pessoas aquilo que você gostaria que fizessem a você.  Seja sensível à necessidade das pessoas. Quando você ama alguém de verdade, esta pessoa se converte ao seu coração.

12. Escolha o caminho estreito

Andar com Jesus requer escolher o caminho que Ele percorre e tomar sobre si o seu jugo. Mas tenha bom ânimo, o fardo de Jesus é leve (Mateus 11:28-30)! Bem mais leve que o nosso. Se você está carregando um fardo que é pesado demais, está carregando algo que não é seu.

13. Cuidado com os falsos profetas e o fermento da religião

A religião vem a nós com pedras, como no caso da mulher adúltera (João 8). E os falsos profetas não trazem a visão de Deus para nós, mas distorcem a realidade com suas mentiras.

Os falsos profetas são identificáveis pelos frutos que produzem. Tome cuidado com pessoas que não conseguem viver os princípios que pregam. Elas estão simplesmente interpretando um papel e não são bom exemplo para você. Aprenda a discernir a sutil influência da falsidade e da hipocrisia.

Jesus vem a nós com as mãos estendidas e transforma a nossa vida. O contato com Ele nos faz pessoas melhores e nos aproxima do padrão dos Céus. Ele nos trata como se a obra Dele em nossas vidas já fosse completa, esta é a verdadeira visão profética.

14. Honre seus pais

Este é o primeiro mandamento com promessa e está descrito em Êxodo 20:12 e Deuteronômio 5:16. Aprenda a valorizar o sacrifício e o investimento daqueles que te ajudaram a crescer. A honra acrescenta dias à sua vida, mas a desonra quebra a linha da herança e nos faz perder aquilo que nossa família já começou, nos fazendo retroceder em vez de avançar.

15. Negue a si mesmo

Aprenda a dizer não para si e seja o primeiro a servir os outros. Jesus nos disse que o maior de todos é aquele que consegue servir (Marcos 10:43-45). Aquele que é capaz de se doar pelos outros obtém para si a credibilidade que lhe abrirá as portas para as maiores recompensas.

A liderança começa com a utilização de sua própria energia para fazer as pessoas maiores.

16. Não despreze os pequeninos

Invista e cuide dos mais fracos. Deus protege a todos que não podem defender-se e é o juiz sobre as injustiças. Ele mesmo cuida do pobre, da viúva e do órfão. Tome cuidado! Não viva com embaraços por não ser justo. 

17. Cuide bem dos seus relacionamentos

O primeiro a desculpar-se é o mais corajoso. O primeiro a perdoar é o mais forte. O primeiro a esquecer é o mais feliz.

Tome a iniciativa de curar relacionamentos que foram machucados na nossa vida. Liberte-se do cativeiro de problemas pessoais não resolvidos. Ame com suas ações. 

18. Cuidado com a cobiça

As verdadeiras riquezas da vida são gratuitas e o maior ativo que temos são as pessoas ao nosso redor. Valorize aquilo que, de fato, tem valor. A felicidade está na família, então celebre as coisas mínimas, a simplicidade, os momentos de qualidade. 

Valorize as pessoas mais do que as coisas que você possui. O verdadeiro contentamento é construído sobre a base eterna, que é Jesus. 

A riqueza é uma responsabilidade, não apenas um benefício. Cuide dos pequeninos do Senhor.

19. Metanoia

Arrependa-se, transforme sua mente e renove seus pensamentos de acordo com os padrões do Céu. Centre seus pensamentos naquilo que Deus está dizendo. 

20. Regozije-se

Interprete a oposição como um sinal de que você está se alinhando às coisas certas (Mateus 5:11). Você entrou no time de profetas como Isaías, Daniel e Ezequiel! 

21. Alinhe suas prioridades

Coloque seu coração em Jesus e perceba como as bênçãos fluem em decorrência disso (Mateus 6:33). Sua maior prioridade na vida deve ser fazer a vontade daquele que o criou.

Sua percepção das prioridades celestes será recompensada com a provisão celestial.

22. Não tenha medo

Abrace o perfeito amor e dissipe o medo da sua vida (I João 4:18). Suas ações só podem ser embasadas em dois sentimentos, o medo ou o amor. Escolha o amor e o único temor que produz bons frutos, o do Senhor que nos conduz para lugares altos por meio de seus princípios e valores. 

Cuidado com o poder das sugestões de medo, pois o ladrão veio para roubar, matar e destruir. Feche as portas de medo e alinhe-se com Jesus para refutar o medo. Se Deus é por nós, quem será contra nós? 

23. Fale menos e escute mais

Escute a voz de Deus e cale os barulhos ao seu redor. Cesse o ativismo e encontre o lugar tranquilo em que a voz de Deus é audível. No lugar secreto em que você se encontra com Deus, sua realidade é revelada e é possível fazer ajustes significativos em sua vida. 

Cale a voz da preocupação, que te empurra para vários sentidos ao mesmo tempo, e aprenda a escutar a voz do Senhor. 

24. Seja uma casa de oração

Quando você constrói uma casa de oração na sua vida está construindo uma morada para a vontade de Deus ser feita na sua vida. Deus é relacional e estabelece ligação com você por meio da oração.

Entenda o mistério da oração: Deus quer estabelecer com você uma parceria para que você seja um instrumento para os planos Dele aqui na Terra. Oração é dizer: “Deus, quero me alinhar aos teus planos, quais são eles? ”. Fale com Deus de modo direto, Ele é seu Pai e tem prazer em te ouvir,

Na oração, examine-se a si mesmo e não permita que o seu coração seja endurecido pelo pecado. Permita-se enxergar a verdade de Deus e tenha sua vida transformada.

Repito: Deus é relacional e nos criou para também sermos. Nós precisamos uns dos outros! O que eu preciso está com você, o que você precisa está comigo. Nós precisamos nos unir para receber o que Deus destinou para cada um. 

Deus se fez um de nós, Emanuel, Deus conosco, para intervir na nossa história e nos tirar da nossa cegueira, da nossa escuridão e solidão. Ele nos alcança e nos ama com seu amor eterno. Ele nos escolheu e hoje que nos dar vida abundante. Para isso, precisamos viver seus protocolos celestiais.

Texto transcrito e adaptado por Anna Caroline Pacheco Cintra.

Anna é membro da Comunidade das Nações desde 2017, concluiu todos os módulos da Academia das Nações em 2019, oportunidade em que firmou seu propósito de contribuir para a expansão do Reino atuando no Monte da Educação, entendendo que tem como missão aplainar os caminhos do conhecimento para que o povo de Deus seja instrumento para trazer o Céu à Terra. É professora de finanças, estudante de pedagogia e atua no mercado financeiro há mais de 10 anos.