Mesa do Conselho: Princípios são imutáveis e atemporais

Márcio Micheli foi o convidado da última edição do Culto de Empresários, com o tema: Mesa do conselho

Para viver no princípio, precisa de fé porque se não tiver, é impossível começar. Você tem que ter mais clareza quanto ao princípio, do que em relação a promessa. O princípio precisa ser cumprido para que você tenha legitimidade para viver a promessa.

No episódio em que Pedro caminha sobre as águas, quando os discípulos vêem Jesus, ficam assustados achando que é um fantasma. Pedro então pede que Jesus o chame para encontrar com ele. Jesus disse vem. A palavra vem, é originalmente grega e significa “vem ser estabelecido”. Pedro então anda sobre as águas. (Mateus 14:28). Quando Pedro sente o vento e começa a afundar, Jesus estende a mão e traz ele
de volta.

A segunda oportunidade, nunca será nas mesmas condições que a primeira. A Bíblia diz: A fé que você tem, tenha para você. Não se mova pela fé do outro. Quem chega primeiro governa, quem chega depois, é governo. Pedro desceu, andou, afundou e foi resgatado. Depois dele, ninguém mais andou sobre as águas. Sadraque, Mesaque e Abednego aprenderam princípios. Princípio tem que ter fé porque ele só diz o que você tem que fazer, mas não diz o que você vai ganhar.

Quando a Bíblia fala em 2 Timóteo 1:7 que nós não temos espírito de medo, a palavra psique significa mente, pensamento. O que está sendo dito aqui na Bíblia e que está em concordância com a psicologia, a neurociência, é que esses pensamentos, são na verdade, caminhos neurais. Deus nos diz, “Eu não vos dei circuitos neurais para produzir medo”. Logo, o medo não vem de Deus e não é natural do ser humano, ele é aprendido. Geralmente, é aprendido com alguém da sua intimidade e que exerce autoridade sobre você.

Não basta ter fé, tem que ter foco

Pedro ao olhar para a tempestade, não perdeu a fé, perdeu o foco. Quando sua empresa não estiver bem, não deixe de cumprir o princípio

Márcio Micheli

● Provérbios 13:10 – A sabedoria está no conselho

É necessário sabedoria para cumprir o princípio e fé para vivê-lo. Para viver um princípio, você precisa conhecê-lo. A rebeldia te impede de ter sabedoria, a falta de sabedoria gera rebeldia. A primeira figura rebelde da Bíblia, foi a serpente.

Durante toda a criação, a Bíblia se refere a Deus como Senhor e para cada dia criado, a Bíblia nos diz, “o Senhor Deus fez”, quando a serpente surge no Éden, pergunta a Eva quais foram as palavras de Deus. Ela tira a palavra Senhor da frente. Ela rejeita a autoridade.

Quando estamos com espírito de rebeldia, nós não nos submetemos a autoridade, não respeitamos o cargo ou o título que ela carrega.

● Provérbios 15:22 – Multidão de conselhos

É importante ter muitos conselheiros para que haja muitos conselhos. Os conselhos impedem o fracasso.

● Provérbios 11:14 – Precisamos de muitos conselheiros
Conselheiros sábios ajudam a governar e trazem segurança.

● Provérbios 23: 13-14 / Gênesis 49:10 – A vara (Shebet – a palavra provavelmente não está correta) Significa cetro, cajado, significa autoridade, ao contrário do que muitos pensam, não significa bater.

Quando a Bíblia dá o exemplo do pastor que usa o cajado com a ovelha, a palavra usada também é “Shebet”, o que deixa claro que é também uma posição de autoridade e cuidado, já que um pastor de ovelhas usa o cajado para guia-la e trazê-la para perto, ele jamais agride a ovelha.

Quem aconselha a bater, não deve ser seu conselheiro.

Números 22:17 – A vara usada nesse texto, é uma outra palavra diferente dos
textos acima (quemel – com certeza está errada)

A vara que Balaão usou para bater na jumenta, é de fato uma vara, pois a Bíblia diz que ele espancou
o animal. Muitas vezes ouvimos conselhos errados e os reproduzimos. Quem nunca ouviu a frase, “Se tá com medo, vai com medo mesmo”?

Esse é um conselho totalmente equivocado. O medo não vem do Senhor, se escolhermos ir com medo, estamos indo com alguém, mas não é Deus. Deus nunca enviou ninguém com medo, primeiro ele tratou o medo. Não vá com medo!

Moisés, Josué, Gideão, Jonas, tiveram medo, mas foram tratados antes de serem enviados. Moisés acreditava que não sabia falar. Deus então faz uma proposta a ele: Deus fala com Moisés, Moisés fala com Arão, Arão fala com Faraó. Deus fala com Moisés, Moisés e Arão falam com Faraó juntos. Na terceira vez em diante, Moisés fala sozinho com Faraó.

Deus não erra em suas escolhas

Quando Ele nos chama para algo, ele já nos equipou com tudo o que precisamos e dizer que não temos, não podemos, é assumir que ele errou. Deus nunca erra.

Não precisamos ter medo de fazer o que fomos chamados pois já fomos equipados com tudo o que é necessário. Um outro conselho que geralmente ajudamos propagar erroneamente, é dizer “o não você já tem”. O correto é dizer que o sim você já tem. O não precisa ser explicado. Por exemplo, num estacionamento existe a vaga de proibido estacionar. Onde não tem placa, significa que pode estacionar.

Se não existe uma placa de proibido, significa que temos o sim. A lei nos diz o que não podemos fazer, o que não está na lei, temos liberdade para fazer. Precisamos mudar essa mentalidade, pois quem vive pelo não, tem a mente de escassez. Você gasta energia para ir atrás do sim. No entanto, o sim e o amém já
temos em Jesus.

Quando você deixa de ter conselheiros, você deixa de ter princípios e perde o timing

Ao observar um adestrador de cães, ele ensina o cachorro a fazer algo, ao acertar, o animal é validado com um carinho, um petisco, alguma recompensa. Quando o cão erra, pacientemente o adestrador corrige e segue no treinamento até que acerte. O adestrador não bate, pois bater destrói todo o processo. Se não se pode bater num cachorro, imagina em um filho?

Vimos que a Bíblia é repleta de orientação a respeito de princípios, sabedoria, conselhos e conselheiros, no entanto, não se pode escolher e ouvir qualquer pessoa. Existem aspectos que não podem ser ignorados e por isso é importante que se tenha a mesa do conselho.

Carlos Davi/CN

MESA DO CONSELHO

1 – Mentor

A gente não aprende com nossos erros porque se aprendesse, não cometia 2x. Você pode aprender com seus erros, mas é melhor aprender com erro de alguém que já fez. O mentor é alguém que já chegou onde você quer chegar, mas que tenha princípios e valores semelhantes aos seus.
Uma mentira contada até meio dia, precisa ser corrigida. Se esperar 24h, você começa relativizar a mentira. Em 3 meses, você vai estar relativizando princípios e valores.

O Mentor precisa ser cristão. Cristão é quem pertence a uma igreja e se submete a um pastor.

2 – Treinador
O mentor chega onde você quer chegar, o treinador não necessariamente. O treinador entende detalhes e também precisa ter princípios e valores.

3 – Discipulador
É aquele que diz “vem ser estabelecido”.

4 – Pares
Pessoas que fazem o mesmo que você faz. São pessoas que vão antecipar o que você precisa fazer, gente para trocar experiência.

5 – Amigos
São aqueles que dizem aquilo que outros não têm coragem de dizer. Pessoas rebeldes não tem amigos.

6 – Família
Família, é pai e mãe. Após casar, seu cônjuge se torna família e os pais viram parentes. Família é prioridade. Diminuir o orgulho e aumentar a humildade. Maridos que não ouvem esposas, quebram a cara.

7 – Coach
Ele te faz perguntas, para que você tenha a certeza. Perguntas poderosas te fazem refletir e descobrir respostas contraditórias dentro de você.

8 – Herói
100% homem, 100% Deus. O herói é Jesus. As pessoas precisam ver em você o seu herói. Medo x fé não podem coexistir, assim como cristão e socialismo. Viva a ciência é um grito do inferno, que surgiu no iluminismo para exaltar os feitos do homem e tirar Jesus do centro de todas as coisas. Jesus nunca expôs as 99. Ele as guarda, e busca a 1 que está perdida.

9 – Aluno
O único que não possui princípios e valores semelhantes aos seus, é o aluno, pois, não podemos fazer acepção de pessoas. Alunos, são pessoas que você vai transbordar. Transbordar é entregar e não ficar
faltando. Você não precisa estar cheio, você precisa se esvaziar. O transbordar tem que ser em amor, mas para amar, tem que se amar primeiro.

10 – Sucessor
Tem 20 a 30 anos menos que você. É quem assume seu lugar quando você não tem mais condições físicas de fazer aquilo que você faz. O sucessor te observa desde pequeno, ele te admira, ele senta para observar você. O sucessor não vai receber o seu cargo, é quem vai dar continuidade ao seu conteúdo, que vai carregar aquilo que você carrega.

Você não cria filhos para você, mas para cumprir o propósito deles. O sucessor é o último, ele tem que te admirar, ele tem que ver seus princípios, tem que ouvir você dizendo vem, tem que ver a sua fé. O sucessor só vem quando a mesa do conselho está completa. Só tem uma forma de ser eterno nessa vida, permanecendo no seu sucessor.

Por Thaline Sales