As lentes da vida

"Quanto mais enquadramos a nossa visão em algo, mais ela cresce diante dos nossos olhos. O que focamos, expande. Então, determine o seu foco. Não dê espaço àqueles que se concentram em negatividades, pois isso pode custar a sua visão", diz JB Carvalho

Luis Felipe/CN

O bispo JB Carvalho ministrou sobre as lentes da vida, no último domingo (6), na sede da Comunidade das Nações, em Brasília, inspirado em Mateus 6:22-23:

A candeia do corpo são os olhos; de sorte que, se os teus olhos forem bons, todo o teu corpo terá luz;
Se, porém, os teus olhos forem maus, o teu corpo será tenebroso. Se, portanto, a luz que em ti há são trevas, quão grandes serão tais trevas!

Segundo JB, a soma das experiências, ao longo da vida, funciona como lentes, que permitem percebê-la de determinada forma. “Com esse entendimento, chegamos à conclusão de que nós não vemos as coisas como elas são, mas como nós somos. Assim, a mesma experiência, proporcionada a pessoas diferentes, pode causar diversas reações“, disse.

E por que reparas tu no argueiro que está no olho do teu irmão, e não vês a trave que está no teu olho? Ou como dirás a teu irmão: Deixa-me tirar o argueiro do teu olho, estando uma trave no teu? Hipócrita, tira primeiro a trave do teu olho, e então cuidarás em tirar o argueiro do olho do teu irmão. (Mateus 7:3-5)

Luis Felipe/CN

Quais são nossas lentes mentais, com as quais enxergamos a vida?

Alguns, possuem lentes de psicopata e fazem atrocidades. Existem muitas lentes incompatíveis com as lentes do evangelho! A nossa cultura, os nossos amigos, inserem lentes capazes de influenciar opiniões, acerca de tudo“, pontuou.

Não importa quem fazem as leis, me deem, apenas, as canções

Platão

O bispo ressaltou que a música tem o poder de propagar ideias. “Ela foi o motor da revolução sexual. A reforma de Martinho Lutero, ocorreu com suas músicas. Recebemos influências daquilo a que nos expomos e, sem perceber, vamos sendo moldados. Alguém disse: Não há nada como voltar a um lugar imutável, depois de muito tempo, para ver o quanto nós mudamos“, disse.

E destacou que a carta de Paulo aos Efésios, traz os cinco dons ministeriais:

E ele deu uns como apóstolos, e outros como profetas, e outros como evangelistas, e outros como pastores e mestres. (Efésios 4:11)

O propósito dos ministérios é equipar o corpo, para que cada um viva a sua identidade. No entanto, existem óculos que distorcem essa identidade e faz com que as pessoas enxerguem a vida por outra percepção como, por exemplo, os óculos da dor. Estes, precisam ser removidos. Apenas as lentes certas, podem nos proporcionar uma visão perfeita. Salomão pede a Deus os óculos da sabedoria, e constrói um poderoso império. Precisamos das lentes certas e das pessoas que, também, colocaram as lentes corretas. Remova os óculos do julgamento e da acusação“, declarou.

Não critique o pecado de ontem do seu irmão, porque você não sabe qual conversa que ele teve com Deus, na última noite

Abe Huber

Não julgueis, para que não sejais julgados. Porque com o juízo com que julgardes sereis julgados, e com a medida com que tiverdes medido vos hão de medir a vós. (Mateus 7:1,2)

Ele está dizendo que nós podemos fazer avaliações e emitir pronunciamentos, caso estejamos dispostos a ser julgados pelo mesmo padrão. Pelo código de Hamurabi, o caluniador deve se responsabilizar pela crítica, ou seja, caso emita uma afirmação falsa, deverá pagar com a pena correspondente a acusação que fez. A pergunta é: Você está pronto para receber o que tem dado aos outros? Aja com compaixão e remova os óculos das intrigas“, disse.

Bem-aventurados os misericordiosos, porque eles alcançarão misericórdia; (Mateus 5:7)

Remova os óculos da incredulidade

JB Carvalho disse que Jesus não pôde fazer muitas obras em Nazaré, pois aquelas pessoas não possuíam lentes para enxergá-lo como resposta aos seus anseios:

Nós só podemos extrair das pessoas, os tesouros que formos capazes de enxergar, pois o reconhecimento honra e nos retorna em valor agregado. Esse é um protocolo do Reino de Deus. Muitas críticas são feitas por perdedores, que desejam ensinar como vencer. Todos os dias somos bombardeados por informações falsas, mentirosas, que invertem valores e querem nos fazer acreditar que somos vítimas, no entanto, não devemos “seguir a boiada”. Deus tirou Abraão da casa do seu pai, do seu território, da sua esfera de conforto e da mediocridade. O ambiente familiar pode impor limites, pois muitos dos que se sentem familiarizados conosco, trabalham por nos estagnar no ponto mais baixo de nossas vidas e não contribuem em nada, para o alcance daquilo que devemos nos tornar. No entanto, nós não somos filhos escravos, presos pela antiga aliança. Devemos manifestar uma nova identidade“, afirmou.

Mas nós, irmãos, somos filhos da promessa como Isaque. Mas, como então aquele que era gerado segundo a carne perseguia o que o era segundo o Espírito, assim é também agora. Mas que diz a Escritura? Lança fora a escrava e seu filho, porque de modo algum o filho da escrava herdará com o filho da livre. De maneira que, irmãos, somos filhos, não da escrava, mas da livre. (Gálatas 4:28-31)

E lembrou que quando Deus diz a Abraão:

Sai-te da tua terra, da tua parentela e da casa de teu pai, para a terra que eu te mostrarei. E far-te-ei uma grande nação, e abençoar-te-ei e engrandecerei o teu nome; e tu serás uma bênção. (Gênesis 12:1,2)

Ele o instiga para enxergar além. Deus quer ampliar a visão de Abraão. Transmitindo a imagem da sua promessa.
Livre-se das sombras e ative o seu cérebro com tudo o que Deus tem de melhor
“, disse.

Escreve a visão e torna-a bem legível sobre tábuas, para que a possa ler quem passa correndo. (Habacuque 2:2)

O bispo destacou que Josué havia recebido promessas de Deus, no entanto, ele agiu, tomou posse, colocou seus pés na terra. “Queremos mudar o mundo, mas, primeiramente, devemos trabalhar uma mudança interna. Antes de conquistar altas montanhas, conquiste-se. Deus pode transformar qualquer bagunça, em uma mensagem. Tire os óculos da ferida. Traga à memória aquilo que te dá esperança. Submeta-se a uma atmosfera, a uma liderança de sucesso, às podas necessárias. Floresça!“, profetizou.

Segundo JB Carvalho, à época do atentado das torres gêmeas, o prefeito de Nova York pontuou sobre a importância de o líder encorajar as pessoas, pois ninguém deseja seguir a desesperança:

Moisés foi um grande líder, pois plantou a esperança de posse da terra que manava leite e mel. Ele tinha uma visão, movia-se por ela, conduzia Israel, apresentando essa esperança. Líderes precisam se movimentar dessa forma. John Maxwell afirma que todo problema está na ausência de liderança, pois, segundo ele, no mundo não existem crises, mas, oportunidades“, disse.

Percorrei, pois, as ruas de Jerusalém; observai, constatai, procurai nas praças se encontrais uma só pessoa que viva em plena honestidade, que pratique a justiça e busque a verdade. Se achardes alguém assim, Eu perdoarei toda a cidade! (Jeremias 5:1)

Encontre pessoas que estejam com o coração ardendo. Deus procura pessoas, cujo coração é totalmente Dele.

JB Carvalho

Porque, quanto ao SENHOR, seus olhos passam por toda a terra, para mostrar-se forte para com aqueles cujo coração é totalmente dele; (2Crônicas 16:9)

Viver na multidão afeta a nossa responsabilidade de agir com coragem

A seguir Jesus saiu dos arredores de Tiro e atravessou Sidom, até o mar da Galiléia e a região de Decápolis. Ali algumas pessoas lhe trouxeram um homem que era surdo e mal podia falar, suplicando que lhe impusesse as mãos. Depois de levá-lo à parte, longe da multidão, Jesus colocou os dedos nos ouvidos dele. Em seguida, cuspiu e tocou na língua do homem. Então voltou os olhos para os céus e, com um profundo suspiro, disse-lhe: “Efatá! “, que significa: Abra-se“, descreveu.

Com isso, os ouvidos do homem se abriram, sua língua ficou livre e ele começou a falar corretamente. (Marcos 7:31-35)

Para JB, Jesus o tira à parte, porque a multidão não estava pronta para ver o que Deus desejava realizar. “Assim, Deus quer nos tirar da multidão, para nos dar voz. Ele nos leva à parte, a fim de silenciar toda a descrença e vitimismo. Alguém disse: meus amigos não acreditavam que eu seria um pregador de sucesso. Então, troquei de amigos e me tornei um pregador de sucesso. Aprendemos sobre a necessidade de estarmos no ambiente adequado ao nosso desenvolvimento“, declarou.

E chegou a Betsaida; e trouxeram-lhe um cego, e rogaram-lhe que o tocasse. E, tomando o cego pela mão, levou-o para fora da aldeia; e, cuspindo-lhe nos olhos, e impondo-lhe as mãos, perguntou-lhe se via alguma coisa. (Marcos 8:22,23)

Aldeia

O bispo ressaltou que neste caso, o milagre foi progressivo, mas, novamente, Jesus precisou afastá-lo da aldeia. “Por vezes, Deus quer nos levar a outro patamar, que só pode ser alcançado fora de determinados ambientes. A aldeia limita nossa visão. É um lugar de competição, comparação, como se o crescimento de um, dependesse da queda de outro. No mundo criado por Deus, deve existir espaço para o desenvolvimento de todos. Isso ocorre porque não há ninguém que possua todos os dons e, portanto, não há ninguém que consiga alcançar um sucesso permanente, sozinho. Deus nos fez assim: interdependentes. Significa que o desenvolvimento daquele que caminha conosco, proporciona o nosso crescimento. Se cada pessoa ocupar o exato lugar do seu chamado, há de contribuir para o sucesso da organização, que promoverá o êxito de todos os seus componentes“, disse.

Todo o reino dividido contra si mesmo é devastado; e toda a cidade, ou casa, dividida contra si mesma não subsistirá. (Mateus 12:25)

Deus não tem problemas de ordem econômica

E, estando Jesus em Betânia, em casa de Simão, o leproso,
Aproximou-se dele uma mulher com um vaso de alabastro, com unguento de grande valor, e derramou-lhe sobre a cabeça, quando ele estava assentado à mesa. E os seus discípulos, vendo isto, indignaram-se, dizendo: Por que é este desperdício? Pois este unguento podia vender-se por grande preço, e dar-se o dinheiro aos pobres.
Jesus, porém, conhecendo isto, disse-lhes: Por que afligis esta mulher? pois praticou uma boa ação para comigo.
(Mateus 26:6-10)

Deus não é mesquinho. Ele ama a extravagância e a abundância. Seu nome é El Shadai, ou seja, Ele amamenta, nos supre com os todos os nutrientes necessários e derrama sobre nós as suas bênçãos. Ele faz o nosso cálice transbordar. A generosidade é parte do seu caráter“, afirmou.

O bispo destacou ainda que Jesus disse para não entrar na aldeia. “Crie, primeiro, uma estrutura interna, para depois manifestar a sua vida, em alguns ambientes. Antes disso, fuja de lugares com comportamentos viciados. Coloque os óculos do alvo certo. Seja focado. As reações internas das nossas percepções, correspondem às reações reais. Nós criamos mundos com o nosso foco“, declarou.

Seu foco é a sua realidade

Daniel Goleman

Porque quanto mais enquadramos a nossa visão em algo, mais ela cresce diante dos nossos olhos. O que focamos, expande. Então, determine o seu foco. Não dê espaço àqueles que se concentram em negatividades, pois isso pode custar a sua visão“, alertou.

Pessoas

Alguns dizem que as pessoas compõem o mais valioso ativo de uma empresa. No entanto, este conceito está equivocado. O maior recurso de uma organização é ter as pessoas certas, nos lugares exatos. Diante de tudo o que abordamos, podemos concluir que precisamos tirar algumas lentes e colocar outras. Resumindo: ajuste o seu olhar, pois a forma de enxergar, altera a natureza de tudo. Olhos maus, enxergam mal. As crises têm o poder de superdimensionar fatos. Esta é a forma das trevas ganharem projeção, expandirem seus territórios e encontrarem domicílios. Altere seus óculos e dissipe o poder da escuridão. A verdade acerca da sua real identidade, está descrita na Palavra de Deus, que é lâmpada para os seus pés e luz para o seu caminho. Então, conheça a verdade, porque ela tem o poder de te libertar das mais densas sombras”, disse JB.

Ora, quando estas coisas começarem a acontecer, olhai para cima e levantai as vossas cabeças, porque a vossa redenção está próxima. (Lucas 21:28)

Mude o seu olhar

JB ainda questionou os presentes: Você está vendo as montanhas? Você está enxergando obstáculos?

Direcione palavras, determine a remoção, altere ambientes, reposicione os elementos da sua paisagem. Proteja seus olhos. A escuridão permanece, apenas enquanto a luz está escondida. Uma mentira só é poderosa, enquanto está às sombras. O amor perfeito, lança fora todo medo“, ressaltou.

Que diremos, pois, a estas coisas? Se Deus é por nós, quem será contra nós? (Romanos 8:31)

Somos vitoriosos porque o voto de Deus garante maioria

JB Carvalho

O bispo trouxe algumas chaves para os presentes cumprirem o seu destino, “precisamos de conexões com aqueles que irão formar a rede, para uma grande colheita”, e pontuou:

Seja um especialista em pessoas – Jesus olhou para cada um dos discípulos e potencializou suas forças. Conhecemos o caráter de alguém, que olha com desprezo, aqueles que lhe parecem inferior.

Preste atenção na palavra: “Desempenho” – Significa ter alta performance, de forma que, penhorando-se no cumprimento do dever, se engaja até que este esteja concluído. Faça tudo o que for preciso para alcançar suas metas.

Seja obstinado, remova as distrações – Retire tudo o que conspira contra os seus sonhos, crie um ecossistema, onde muitos possam se beneficiar.

Ache o seu time, encontre a sua equipe – Construa uma fraternidade de pessoas de alto valor, que possa percorrer juntos, por muitos anos. Lembre-se: Amigos não te criticam, mas te corrigem. Alguns estão com os olhos adoecidos, potencializando as trevas, mas nós precisamos ser um lugar onde a escuridão se dissipa.

Luis Felipe/CN

Você é luz, então, resplandeça! Diga a Deus: Abre os olhos do meu coração! Deus apareceu para Salomão, depois de uma oferta de sacrifício, e disse: pede-me o que queres. Seu clamor foi por sabedoria, a fim de distinguir o falso do errado

JB Carvalho

E ainda listou alguns comportamentos das pessoas que adotam lentes obscuras:

  • Aqueles que desrespeitam seus pais tateiam, sem encontrar as saídas da vida.

Os olhos que zombam do pai ou desprezam a obediência da mãe, corvos do ribeiro os arrancarão, e os pintãos da águia os comerão. (Provérbios 30:17)

  • Aqueles que guardam o ódio no coração, possuem muitos pontos obscuros.

No entanto, quem odeia seu irmão está nas trevas e vaga pela escuridão, não sabe para onde caminha, pois as trevas lhe turvaram a visão. (1 João 2:11)

  • Qualquer forma de idolatria, traz cegueira e obscuridade.

Os ídolos deles são prata e ouro, obra das mãos dos homens.
Têm boca, mas não falam; olhos têm, mas não vêem.
Têm ouvidos, mas não ouvem; narizes têm, mas não cheiram.
Têm mãos, mas não apalpam; pés têm, mas não andam; nem som algum sai da sua garganta.
A eles se tornem semelhantes os que os fazem, assim como todos os que neles confiam.
(Salmos 115:4-8)

  • A ausência de intensidade, a má vontade e negligência, impede o fluxo do céu.

Neles se cumpre a profecia de Isaías: ‘Ainda que continuamente estejais ouvindo, jamais entendereis; mesmo que sempre estejais vendo, nunca percebereis. Posto que o coração deste povo está petrificado; de má vontade escutaram com seus ouvidos, e fecharam os seus olhos; para evitar que enxerguem com os olhos, ouçam com os ouvidos, compreendam com o coração, convertam-se, e sejam por mim curados’. (Mateus 13: 14,15)

JB ainda mostrou alguns exemplos de homens que andavam cegos, sem a compreensão clara dos fatos. “A bíblia fala que os príncipes deste mundo, não sabiam o que estavam fazendo, quando crucificaram o Rei da glória“, disse.

Nenhum dos governantes desta era compreendeu essa sabedoria, pois se a tivessem entendido, não teriam crucificado o Senhor da glória! (1 Coríntios 2:8)

Segundo JB, Paulo gastava todas as suas energias perseguindo os cristãos, no entanto, depois do seu encontro com Jesus, ele permaneceu cego, fisicamente, por três dias, para que fosse completamente curado:

Imediatamente, algo como escamas caiu dos olhos de Saulo e ele passou a ver novamente. Levantando-se, foi batizado e, depois de comer, recuperou as forças. Saulo passou vários dias com os discípulos em Damasco. (Atos 9:18,19)

Muitos têm áreas escuras na vida emocional e na vida familiar. Vagam, sem saber para onde estão indo, sequer entendem se estão agindo da forma correta. Precisamos de amigos que apontem os nossos pontos cegos. Não ande solitário, pois estes buscam seus próprios interesses e incorrem contra a sabedoria“, disse.

  • Jejue;
  • Ore;
  • Não fale mal de autoridades;
  • Submeta-se ao processo.

Se Jesus perguntar: o que queres que te faça? Responda: Senhor, eu quero ver! Preste atenção. Não perca as oportunidades que surgirem, pois a mão diligente, governará. Líderes são líderes, porque saem à frente!“, finalizou.

por Vanessa Ribeiro
edição Tiago da Silva

Confira o vídeo da ministração no canal do bispo JB Carvalho no Youtube: